Equipa Cercipeniche

Ontem, dia 12 de Outubro, foi um dia especial para todos quantos, de algum modo, têm acompanhado a vida da Cercipeniche. Afinal, não é todos os dias que se cumprem 36 anos de uma história dedicada aos outros, aos que mais precisam que se faça da solidariedade um princípio de cidadania.

Desta vez não houve festa, nem música, nem balões, que os tempos não correm assim tão de feição … Mas há sempre lugar à memória e à gratidão, pelo menos quando temos a humildade de reconhecer que somos infinitamente pequenos quando comparados com este tipo de organizações, onde a vida nos deu o privilégio de colaborar. Independentemente dos juízos que se possam formular, não tenho dúvidas que a Cercipeniche é uma dimensão incontornável na história da intervenção social no nosso Concelho. Provavelmente entenderão alguns que não serei eu a pessoa mais indicado para elogiar a Cercipeniche, por estar a defender uma causa em que estou envolvido e à qual dei boa parte da minha vida. Mas é coisa que não me preocupa, primeiro porque sempre entendi que as organizações e as obras que desempenham são um resultado coletivo e estão, por isso mesmo, muito para além das individualidades mais visíveis, e depois porque rejeito qualquer tipo de condicionantes no reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido, por razões políticas ou de outra natureza qualquer. O mérito, quando existe, deve ser assumido sem complexos de qualquer natureza e, desse ponto de vista, o concelho de Peniche deve estar grato à obra que tem sido desenvolvida. É por isso da mais elementar justiça, exercitar a memória, lembrando, aqui e agora, alguns pioneiros desses tempos, difíceis mas entusiasmantes porque feitos de genuína vontade de ajudar os outros, alguns felizmente ainda entre nós, como a Maria Augusta, o Dr. Jorge Santos Silva, o Carlos Mota e a Bia Mota e outros que já dobraram a esquina da vida como o senhor Luís Leonardo, o Elísio Caneira ou o Dr. Renato Fortes. Foi naturalmente um percurso difícil o dos primeiros tempos, quando se partiu literalmente do zero. Mas havia no ar ainda um cheiro intenso de Abril e as pessoas estavam bem despertas para a solidariedade. Um balde de tinta aqui, um móvel recuperado acolá, milhentas horas de voluntariado roubadas à família e aos amigos, puseram de pé uma escola de educação especial modesta, mas onde finalmente as crianças com deficiência mental (hoje fala-se de deficiência intelectual e multideficiência) tinham um lugar próprio e, ainda que pequenina, uma janela aberta para o futuro. Contrariamente ao que alguns pensam, a Cercipeniche foi sempre um espaço aberto, por onde passou gente com diferentes formas de agir e de pensar, do José Maria Costa ao Américo Gonçalves, do António José Correia, que teve durante anos um papel fundamental na Direção da organização, ao Machado Bértolo ou ao Ricardo Esteves, atuais membros dos Órgãos Sociais. Envolvo por isso, neste abraço de comemoração, reconhecimento e gratidão, todos quantos, dia a dia, têm ajudado a construir esperança, dos dirigentes aos trabalhadores, de todos os tempos, passando pelos empresários e entidades locais e sobretudo pelas pessoas que, acreditando no trabalho que fazemos, são o verdadeiro estímulo para que façamos cada vez mais e melhor.

Rogério Cação, Presidente da Direção

Entidades Financiadoras

Governo de portugalGoverno de Portugal Ministério da Educação e CiênciaUnião Europeia Fundo Social EuropeuPrograma Operacional Inclusão Social e EmpregoPortugal 2020Instituto do emprego e Formação profissional IPSegurança SocialPrograma Operacional Regional do Centro

Parceiros

Município de PenicheFenacerciEscola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de PenicheADEPE - Associação de Desenvolvimento de PenicheAcompanha - Cooperativa de Solidariedade Social

Reconhecimentos e Acreditações

DGERT - Certificação de Entidades FormadorasMembro Honorário da Ordem de Mérito de Instrução PúblicaUm globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura Campanha Eficiência Energética no Facebook

Monday the 15th. Todos os direitos reservados.