No dia 3 de dezembro assinala-se o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.
Neste sentido, a Cercipeniche foi convidada pela Assembleia da República a participar numa sessão solene a realizar na Sala do Senado do Palácio de S. Bento.
Nesta iniciativa, o porta-voz do grupo de autorrepresentantes do CERIN, Luís Noivo, irá ler uma mensagem alusiva à Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, deixando ainda um apelo para a utilização  da comunicação aumentativa em todos os serviços da sociedade.

Assembleia da República
Dia 3 de Dezembro de 2014

"Eu chamo-me Luís Noivo e venho da Cercipeniche, mais propriamente do Centro de Respostas Integradas da Cercipeniche.
Neste centro, desenvolvo atividades de ocupação pelo trabalho na jardinagem e numa horta de ervas aromáticas. Faço parte de um grupo de comunicação e divulgação, onde elaboramos um pequeno jornal e notícias para o site e facebook. Tenho atividades da vida diária, onde aprendo coisas importantes para o meu quotidiano. Pertenço a um grupo de teatro, onde estamos a desenvolver uma peça de teatro infantil para apresentar às escolas e faço parte de um grupo de canoagem, no âmbito de um projeto conjunto com o Desporto Escolar. Faço também parte de um grupo de autorrepresentantes e fui eleito pelos meus colegas “chefe do grupo”.
Ser autorrepresentante é ter uma palavra a dizer acerca dos assuntos da vida do centro, mas também trabalhar temas e assuntos da vida em sociedade. É representar os outros através da nossa voz e saber dar voz às nossas preocupações, de nos podermos exprimir, para que também os outros nos possam compreender melhor.
O dia 3 de dezembro é mais um dia no calendário, mas também é um dia para nos lembrarmos de todos os rapazes e raparigas com deficiência que, todos os dias, também trabalham e dão o seu melhor dentro ou fora das instituições. Quando olhamos para uma pessoa nem sempre conseguimos ver se tem limitações, pois a deficiência nem sempre se vê. Mas ser deficiente não é um mal, nem uma doença e muitas vezes me pergunto “O que pensarão as outras pessoas da deficiência?”.
Mas as pessoas com deficiência também têm capacidades e devem ter uma voz ativa e uma vida ativa. Podem e devem participar na sociedade tentando ser elas mesmas, mesmo correndo o risco de terem que enfrentar alguns obstáculos. Por vezes precisam apenas de uma pequena ajuda, para que esses obstáculos possam desaparecer e para isso seria necessário haver mais oportunidades para podermos expressar a nossa vontade.
A Bernardina, que também veio connosco, trabalha numa creche e o trabalho dela é tão importante que quando falta as educadoras ficam aborrecidas. Ela ajuda as educadoras, prepara as crianças para o lanche, despeja o lixo, varre a sala, vai ao correio e acompanha as saídas. O trabalho dela é muito importante para que a creche funcione bem. A Adelaide, que também veio connosco vive sozinha e faz tudo em casa, além disso colabora na arrumação e limpeza da Biblioteca Municipal de Peniche e também é voluntária numa coletividade perto de casa.
Estes e outros colegas participam à sua maneira.         
As pessoas com deficiência têm direito a ter e a exprimir a sua opinião, de poder escolher o que entendem ser melhor. A sociedade deve respeitar a Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência e perceber que todas as pessoas têm os mesmos direitos.
A mensagem que aqui deixo aos excelentíssimos senhores deputados deste país é para que se possam criar regras e leis de forma a tornar mais acessível a informação que existe nos locais públicos. Se os bancos, os correios, as finanças, as bibliotecas e os outros locais tiverem informação escrita de forma simples e imagens ou símbolos, temos a certeza de que as pessoas com deficiência vão compreender melhor e ter uma vida com mais autonomia. Chama-se comunicação aumentativa e seria útil para todos.
Em meu nome e em nome dos meus colegas, gostaria de agradecer o facto de termos a Cercipeniche que nos acolhe e ajuda a ultrapassar os obstáculos da nossa vida e de agradecer também por todas as outras instituições espalhadas pelo país que também dão oportunidades a muitas outras pessoas.
Agradecemos também o convite porque, pela primeira vez, pudemos estar aqui a manifestar a nossa opinião."

Entidades Financiadoras

Governo de portugalGoverno de Portugal Ministério da Educação e CiênciaUnião Europeia Fundo Social EuropeuPrograma Operacional Inclusão Social e EmpregoPortugal 2020Instituto do emprego e Formação profissional IPSegurança SocialPrograma Operacional Regional do Centro

Parceiros

Município de PenicheFenacerciEscola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de PenicheADEPE - Associação de Desenvolvimento de PenicheAcompanha - Cooperativa de Solidariedade Social

Reconhecimentos e Acreditações

DGERT - Certificação de Entidades FormadorasMembro Honorário da Ordem de Mérito de Instrução PúblicaUm globo inclinado, com uma grelha sobreposta. Na sua superfície está recortado um buraco de fechadura Campanha Eficiência Energética no Facebook

Wednesday the 24th. Todos os direitos reservados.